Padrão

Tríplice Bacteriana Infantil

A vacina contra a difteria, o tétano e a coqueluche pode estar combinada com outras vacinas e a escolha e a indicação da apresentação são prerrogativas do médico.

Indicação:

Proteção contra a difteria, tétano e coqueluche. A vacina acelular é menos reatogênica do que a vacina de células inteiras dos postos de saúde. Integra a rotina de vacinação para crianças a partir dos 2 meses aos 7 anos de idade.

Contraindicações:

Hipersensibilidade aos componentes da vacina (anafilaxia), e indivíduos com disfunções neurológicas não controladas (sem acompanhamento medico.)

Esquema de doses:

3 doses+ reforços – a primeira dose com 2 meses de idade, a segunda com 4 meses e a terceira com 6 meses. Um reforço aos 15 meses e outro reforço entre 4 e 6 anos de idade. Após isso, reforço de 10 em 10 anos com a vacina DT(dupla do tipo adulto) ou, preferencialmente, com a vacina dTpa (tríplice bacteriana acelular do tipo adulto).

Eventos Adversos:

Febre e reações locais (dor, vermelhidão e edema) são as mais comuns. Raramente pode ocorrer: irritação, choro intenso, síndrome hipotônica-hiporresponsiva.

Apresentações:

Vacina tríplice bacteriana acelular pediátrica: DTPa. Vacina tríplice combinada a outras vacinas:

  • Pentavalente: DTPa + Hib + IPV (tríplice + haemophilus influenza b + pólio inativada)
  • Hexavalente: DTPa + Hib + IPV + HB (tríplice + haemophilus influenza b + pólio inativada + Hepatite B)
  • As vacinas DTPa e combinadas são apresentadas em monodose; apresentações com hemófilo b têm liófilo a ser diluído.

Via de aplicação:

Intramuscular.

Categoria

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Tríplice Bacteriana Infantil”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *